Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Partido Comunista da Turquia (PCT)

Tradução do inglês de TAM

 

 Os resultados do referendo, determinados através de tirania, batota e roubo, não têm qualquer legitimidade. Aqueles que tentam celebrar este resultado zombam do povo?

 

 2017/04/17

 Os resultados do referendo, determinados através de tirania, batota e roubo, não têm qualquer legitimidade. Aqueles que tentam celebrar este resultado zombam do povo.

Apelamos ao nosso povo, que não se submete, a unir-se, a agir organizadamente e a não aceitar o “facto consumado”.

Um poder político não se legitima apenas com os votos que teve na última votação. Os resultados das eleições não são suficientes para que um governo possa fazer tudo o que quiser.

O regime do AKP, que assumiu um caráter reacionário e de inimigo público desde o seu primeiro dia, perdeu há muito a legitimação social. Além disso, os resultados do referendo realizado em 16 de abril não são mais do que uma confirmação dessa ilegítima situação.

A votação de 16 de abril foi um flop e tornou-se obsoleta em termos de aprovação e rejeição de emendas constitucionais. Depois disto, não há chance para a sociedade aceitar a declaração de um “sim” como resultado. Seja qual for a posição dos partidos, o PCT declara desde já que rejeita um tal resultado.

Esta eleição tem as marcas da tirania e da batota. A decisão do Supremo Conselho Eleitoral de aceitar como válidos votos e envelopes sem selo não se enquadra em qualquer conceito legal ou imparcial.

O AKP não hesitou perante nada e utilizou toda a espécie de pressões. O resultado foi uma significativa diminuição nos seus votos e a obtenção de metade deles com a ajuda de manipulações e falsificações sem limites.

A capacidade de liderança do partido governante fica destruída com a perda da maior parte das grandes cidades e centros que controlava há anos.

A tentativa de “celebrar a sua vitória”, apesar destes fatos, significa apenas uma coisa, além de zombar do nosso povo: consideramos esta espécie de ampla ofensiva como um apelo a um confronto. Os trabalhadores e intelectuais da Turquia, todos os nossos cidadãos que se mobilizam pelos valores da república acumularam energia para pôr fim aos poderes reacionários.

Não tem sentido que o AKP, que assume governar este país de acordo com os interesses dos inimigos dos trabalhadores – as forças capitalistas e os monopólios –, tente mais uma vez sobreviver com base nesses poderes.

O PCT apela à vigilância do nosso povo, à não aceitação do facto consumado e a organizar-se para lutar por este objetivo.

Comité Central do Partido Comunista de Turquia

Publicado em: http://www.tkp.org.tr/en/duyurular/government-does-not-have-legitimacy-anymore-en-es-fr

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temáticas:



Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.