Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Federação Sindical Mundial (FSM)

Seremos sempre solidários com todos os sindicatos palestinos que se orgulham de lutar pela reivindicação do seu povo. Todos os sindicalistas que, na base dos seus sindicatos, lutam contra os dirigentes sindicais corruptos e comprometidos nos encontrarão ao seu lado.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Se o ocidente e os seus defensores profissionais dos “direitos do homem” tivessem realmente vontade de defender os direitos humanos na Coreia e no mundo, como fingem, eles teriam de denunciar as sanções coletivas e favoreceriam o desanuviamento e a cooperação. ... São os Estados Unidos que, bem longe do seu território nacional, provocam todos os povos da região que querem manter ou pôr sob a sua tutela!

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Polo do Renascimento Comunista em França (PRCF)

 

Já em 1965, na Indonésia, o governo americano se apoiou nos movimentos islamitas radicais e reacionários para derrubar o presidente Sukarno e colocar à frente do maior país muçulmano do mundo um sanguinário poder fascista, a ditadura do general Suharto, que durou até meados da década de 1990. As consequências foram terríveis, com o genocídio de 3 milhões de comunistas, ou supostos como tal, na Indonésia, em 1965-1966, e a sua perseguição até hoje, mas também o genocídio do povo de Timor-Leste.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Matthew Hoh *

 

A CIA continua uma longa tradição de utilizar a violência selvagem de forças governamentais indígenas, neste caso usando questões sectárias/étnicas, na tentativa de desmoralizar e finalmente derrotar as populações locais.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ben Dangl *

Os depósitos de ferro, cobre, zinco, ouro, prata, lítio e outros metais raros do Afeganistão estão estimados em cerca de US $ 1 trilião, um preço que intrigou o negociante magnata-transformado-presidente Trump.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gregory Elich*

 

Os meses pela frente parecem negros. A menos que a China e a Rússia possam encontrar um meio de se oporem aos desígnios dos EUA sem se tornarem alvos eles próprios, o povo norte-coreano ficará sozinho e arcará o fardo da malícia de Trump. Diz algo do seu carácter o facto de se recusarem a ser intimidados.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partido do Trabalho da Coreia

Os EUA têm recusado as medidas pró-ativas da RPDC para aliviar a tensão extrema e atuaram com imprudência. É uma outra lição aprendida pela RPDC, de que só com ações – e não com palavras educadas – se pode falar com os EUA.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

O desenvolvimento da mobilização demonstra que importantes setores populares relacionam claramente a política de guerra do Estado espanhol e das coligações e organizações imperialistas em que participa – como a NATO e a União Europeia – com o fenómeno do terrorismo jihadista.

 

 

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Coreia do Norte tem oferecido repetidamente a suspensão do seu desenvolvimento de armas nucleares em troca de um congelamento dos exercícios conjuntos de guerra dos EUA-Coreia do Sul. Está na hora de os EUA e a Coreia do Sul responderem a esta oferta, como um ponto de partida para negociações definitivas, visando uma península coreana pacífica, soberana, livre de armas nucleares e de conflitos de competição entre potências globais, que tão prejudiciais têm sido para a região.

 

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ramzy Baroud *

 

De facto, houve esse movimento eufórico em Israel, quando a administração Trump atacou a Síria. Mas a natureza limitada da luta deixou claro que os EUA não tinham planos para uma mobilização militar maciça similar à do Iraque, em 2003.

A excitação inicial foi eventualmente substituída pelo cinismo, como o expressado por este título no Monitor: “Netanyahu avisa Trump sobre a Síria”.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)


Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.