Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rémy Herrera

A estratégia de comunicação do governo foi tentar reduzir a rebelião a um golpe de força da extrema-direita. Hábil. Está bem claro, com efeito, que a extrema-direita estava lá, ela também, misturada entre os amotinados. Mas trata-se igualmente de que Emmanuel Macron espera designar ele próprio seu futuro adversário (na pessoa de Marine Le Pen) nas próximas eleições – o que lhe daria uma vitória confortável (mas sem legitimidade), como em 2017. Este presidente que, como ele pretende, "não recua", sabe que os franceses não desejarão racistas para dirigi-los e procura, assim, encerrá-los numa armadilha: ou ele, ou a extrema-direita.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salientou-se que, em 2019, há várias comemorações importantes, como o 100.º aniversário da fundação da Internacional Comunista, os 70 anos da Revolução Chinesa e os 60 anos da Revolução Cubana.

 

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

De 1945 até hoje, 20 a 30 milhões de mortes consumadas pelos USA

Manlio Dinucci *

É um facto, não é uma análise, nem mesmo uma opinião: a “ordem internacional livre e aberta”, promovida desde 1945 pelos Estados Unidos, custou a vida de 20 a 30 milhões de pessoas em todo o mundo. Nenhum presidente, seja qual for, conseguiu mudar o ritmo desta máquina da morte.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partido Comunista do México (PCM)

No México não há qualquer mudança, não te deixes enganar; enquanto o capitalismo continuar, a situação será a mesma para nós: exploração, desemprego, fome, miséria, morte, ao mesmo tempo que a burguesia e os seus monopólios continuarão a acumular riqueza, aumentando as suas fortunas à custa de nossa vida e do nosso trabalho.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Brian Cloughley *

Washington está firme no seu apoio à ditadura saudita e à sua procura de indústrias de armamento que façam circular dinheiro, não importa que excessos possam ser perpetrados pelo regime de Riade. Por outro lado, os EUA estão determinados em causar os maiores danos e, se possível, destruir Cuba, Venezuela e Nicarágua, e irão usar as sanções económicas para o fazer,  sem se importarem com o sofrimento que possa ser causado.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aleka Papariga *

“Depois de cada tal período de participação, os PCs perderam o poder em benefício da social-democracia; eles foram enfraquecidos, precisamente porque eles eram vistos como tendo compartilhado a responsabilidade, mas também porque a parceria com a social-democracia exerce uma pressão maior sobre PCs do que eles podem exercer sobre a social-democracia. […]

O poder popular é uma solução política e governamental; daí que o KKE e o Movimento não estejam limitados por uma luta de oposição, uma luta para causar danos aos governos burgueses sem ter uma proposta alternativa para o poder.”

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Javier Gómez Sánchez

O maior risco que enfrentamos na elaboração desta Reforma Constitucional é que, na ânsia de fazer avançar o país para novos direitos e garantias, percamos aqueles herdados da Cuba de 1976. Essas conquistas não caíram do céu, mas surgiram sim da identificação maioritária do povo com a ética comunista, que sustenta o socialismo cubano. Ninguém sabe o que tem até que o perde. Tire-se a componente comunista e o socialismo cubano terá os seus dias contados.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partido Comunista da Turquia (PCT)

O efetivo executante é a classe capitalista, que não se importa com mais nada além dos seus lucros; esta ordem social é baseada na exploração. O resultado natural do facto de a nossa economia ser baseada no enriquecimento de uma pequena minoria, em vez de perseguir os interesses sociais e nacionais, não tem outro resultado que não seja entrar em sucessivas crises.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Iniciativa Europeia de Partidos Comunistas e Operários

Os sistemas públicos de segurança social, da educação pública e da saúde pública passaram a existir nos países capitalistas porque foram primeiro criados na URSS. A classe operária nos países capitalistas tornou-se mais forte graças à existência dos países socialistas. A existência dos países socialistas, só por si, foi suficientemente forte para enfraquecer os capitalistas e dar mais força ao movimento da classe operária em todo o mundo.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viktor Tyulkin, primeiro-secretário do Partido Comunista Operário Russo (PCOR) – entrevista

… pode-se perguntar por que é que Putin limita o imposto progressivo para os super-ricos a apenas 20%, enquanto nos países desenvolvidos, de que ele tanto gosta, esse imposto pode chegar aos 60%. O mais importante é que o presidente evita considerar a questão básica da propriedade. Ele acha possível “vender parte da propriedade do Estado”, mas nunca considera a possibilidade de devolver ao Estado todas as propriedades que foram roubadas ao povo sob o disfarce de privatizações. Aqui está a essência da posição de Putin, que ele expressou já na época em que Eltsyn o escolheu como sucessor: “Não haverá reconsideração das privatizações!”.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temáticas:


Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.