Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ney Nunes *

É justamente com essa “incapacidade de lembrar” que nos deparamos em alguns artigos e pronunciamentos recentes sobre os governos Lula e Dilma. Os autores, com seus esquecimentos seletivos, dão a entender que nesse período estávamos vivendo num quase paraíso, onde liberdade, justiça social e prosperidade imperavam. […] Não falam da repressão aos movimentos grevistas, dos assassinatos de lideranças rurais e da violência das operações policiais nas áreas mais pobres das grandes cidades.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

O 70.º aniversário do pacto germano-soviético deu origem a uma nova campanha revisionista, reescrevendo a história para atacar o comunismo. Sem originalidade, esta campanha recicla hoje os mesmos argumentos tão esgotados quanto errados. Bruno Guigue, numa tribuna, retoma o principal eixo desta campanha anticomunista, o mito dos gémeos totalitários, que não visa senão desculpar o fascismo para melhor acusar o comunismo, amalgamando Stáline e Hitler, Alemanha nazi e União Soviética, com o pretexto do pacto germano-soviético. Um pacto que nada tem a ver com qualquer forma de proximidade, mas é o “fruto amargo dos acordos de Munique”.

  • Ler nas edições Delga, O mito dos gémeos totalitários – Michael Parenti

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

José Goulão

E se, por uma hipótese absurda, algum jovem ou alguma jovem assumir um papel semelhante ao de Greta Thurnberg, mas em defesa da eliminação total das armas nucleares, certamente não lhe será facultado o púlpito dos oradores nas Nações Unidas e não será transformado em ícone pela comunicação mainstream. Pelo contrário, não tardaria a ter à perna a comunidade global de espionagem e certamente seria tratado como reles agente russo ou chinês.

04 de outubro de 2019

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Luís Fernandes [1] *

Parte do pensamento burguês já identificou que a radicalização da acumulação predominantemente financeira e os atuais rumos geopolíticos dos EUA agravarão o cenário de crise e potencializarão a base material para a ascensão da ultradireita.

 

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

George Mavrikos – Secretário Geral da Federação Sindical Mundial (FSM)

2019/06/18

…os Chefes de Estado vieram aqui e disseram-nos que o preto é branco. O Sr. Macron –, que ataca e agride os manifestantes; que despede 1.000 trabalhadores da Central de carvão de Gardanne; cujo deputado do seu partido, o Sr. Mohamed Laqhila, ameaça fechar o funcionamento do Centro Sindical da UD CGT 13 –, veio aqui há alguns dias e apresentou-nos uma falsa realidade. O Sr. Macron e a Sra Merkel veem hoje a OIT como um mecanismo ideológico a favor das suas políticas. Esta é a verdade.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Annie Lacroix-Riz, professora emérita de História Contemporânea, Universidade Paris 7

Há, no entanto, uma escolha entre os historiadores franceses da URSS, quase igualmente sovietofóbicos e mediáticos: como há trinta anos, nenhuma carreira académica está aberta para um especialista da União Soviética sovietófilo, não existe nenhum.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partido Comunista da Grécia (KKE)

16/09/2019

Seja qual for a situação, uma sociedade e uma economia socialistas vão surgir como uma cada vez mais intensa necessidade.

Não importa a veemência com que as sereias da reação e do oportunismo anunciem o fim da História: a classe operária e o seu movimento, a própria vida, vão refutar as suas declarações.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

 MANIFESTO

23.09.19

Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo (FARC-EP)

O Estado conhecerá uma Nova Modalidade Operativa. Só responderemos à ofensiva. Não vamos continuar a matar-nos entre irmãos de classe, para que uma oligarquia descarada continue a manipular o nosso destino e a enriquecer-se, cada vez mais, à custa da pobreza pública e dos dividendos da guerra. […] Desde a assinatura do Acordo de Paz em Havana, e do desarmamento ingénuo da guerrilha em troca de nada, a matança não cessa. Em dois anos, mais de 500 líderes do movimento social foram assassinados e já somam 150 os guerrilheiros mortos, no meio da indiferença e da indolência do Estado.

29 de agosto de 2019

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Declaração da Comissão Política do CC do Partido Comunista do México (PCM)

Não existe a impossível separação do poder político e do poder económico – que tanto se apregoa para esconder o verdadeiro caráter deste governo – e, inclusive, dão-se passos atrás na separação Estado-Igreja e passos em frente na presença dos mesmos representantes dos monopólios como agentes do Estado e do Governo.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Annie Lacroix-Riz *

Mesmo tendo em conta a assustadora “lista de Orwell” –, rica em comentários antissemitas, antinegros e anti-homossexuais –, a realidade ainda é pior em relação a este antigo agente policial colonial (na Birmânia), tão violento quanto a sua função o exigia nos já muito avançados anos 1930, apesar de sua demissão oficial em 1927, na caça aos dissidentes vermelhos sob o disfarce de ódio ao stalinismo;…

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)


Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.