Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ángeles Maestro

O objetivo estratégico que presidiu a todos os planos do imperialismo, desde a vitória da Revolução de Outubro até ao afundamento da URSS, em 1991, foi a derrota do comunismo. A finalidade comum de destruir o primeiro Estado proletário tornou possível a luta conjunta contra ele de todas as potências capitalistas que se confrontaram nas duas guerras mundiais. Perante este ojetivo superior, as contradições interimperialistas apareciam secundarizadas e a hegemonia de Washington assegurada.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ramzy Baroud *

Se tão bizarros acontecimentos – demitir professores e condicionar a ajuda à assunção de uma posição política – ocorressem na China, por exemplo, Washington teria liderado uma campanha internacional condenando a intransigência e a violação dos direitos humanos por parte de Pequim.

 

 

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partido Comunista do México (PCM)

 

Apesar das suas promessas neokeynesianas, [Andrés Manuel López Obrador] continua a política aplicada pelo neoliberalismo, como o declarou já em várias reuniões com empresários: disciplina fiscal e estabilidade financeira – e, por isso, recebe bons comentários da banca privada e a confiança dos mercados, eufemismos para indicar que o capital, o poder dos monopólios, o qualifica positivamente.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Polo do Renascimento Comunista em França (PRCF)

Seja qual for o futuro próximo do movimento dos Coletes Amarelos, está aberta uma nova etapa do confronto de classes em França. Certamente, a direita e a extrema direita tudo fazem e farão para enganar o movimento e explorar as suas fraquezas ideológicas e organizativas. Que resultam, principalmente, da fuga ao combate de ideias da falsa esquerda europeísta, da extrema esquerda desligada dos trabalhadores (que, em massa, cantam a Marselhesa e ainda vibram com a memória da Revolução Francesa), das confederações sindicais institucionalizadas e de um PCF que não deixa de renegar a Revolução de Outubro e o emblema operário e camponês.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Raúl Castro Ruz

Assim se expressou o primeiro secretário do Partido Comunista de Cuba, general-de-exército Raúl Castro Ruz, no ato político e cultural do 60.º aniversário do triunfo da Revolução Cubana, realizado na terça-feira, 1 de janeiro, em Santiago de Cuba.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Federação Sindical Mundial (FSM)

Os Estados imperialistas aumentam os investimentos militares e os planos e guerras imperialistas e criam, cada vez mais, novas ondas de refugiados e migrantes.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partido dos Trabalhadores da Hungria (PTH)

…os partidos liberais imiscuíram-se no protesto desde o primeiro momento. Para eles, o Código do Trabalho era apenas um pretexto. Estão em campanha para as eleições europeias. Também é lamentável que os dirigentes sindicais lhes permitam isso.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temáticas:

Nota informativa da Embaixada da Venezuela [remetida a entidades diversas]

A Venezuela … faz a denúncia de que numa área do município de Tona, Departamento do Norte de Santander, República da Colômbia, se encontra neste momento um grupo de 734 mercenários de guerra, formado por cidadãos colombianos e venezuelanos, em fase de treino paramilitar. … Pretende-se simular um ataque da Força Armada Nacional Bolivariana a unidades militares colombianas e, a partir desse facto falso, gerar uma crise militar e passar a uma confrontação binacional, que sirva de pretexto para os planos intervencionistas decididos em Washington e dirigidos pelo Sr. John Bolton.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partido Comunista da Grécia (KKE) – nota à imprensa

Revela também o facto de que, quem quer que seja o gestor de uma economia que tenha como estratégia servir o capital e os critérios do lucro capitalista, promoverá sempre duras medidas antitrabalhadores em nome de uma “economia verde”.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rémy Herrera

A estratégia de comunicação do governo foi tentar reduzir a rebelião a um golpe de força da extrema-direita. Hábil. Está bem claro, com efeito, que a extrema-direita estava lá, ela também, misturada entre os amotinados. Mas trata-se igualmente de que Emmanuel Macron espera designar ele próprio seu futuro adversário (na pessoa de Marine Le Pen) nas próximas eleições – o que lhe daria uma vitória confortável (mas sem legitimidade), como em 2017. Este presidente que, como ele pretende, "não recua", sabe que os franceses não desejarão racistas para dirigi-los e procura, assim, encerrá-los numa armadilha: ou ele, ou a extrema-direita.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)


Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.