Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pedro Tadeu

Quem, como eu e muitos outros, nos primeiros tempos após o início da marcha para Bagdad, tentava ensaiar um comentário crítico sobre a invasão, levava bordoada, e da grossa, como esta que ouvi de um camarada de profissão, meu superior hierárquico: “Portugal, mal ou bem, envolveu-se na guerra do Iraque e quem não apoiar o país neste conflito, quem não for solidário com as nossas tropas e com os militares da Nato é, simplesmente, um traidor. As razões desta guerra já não interessam, quem não está com os militares portugueses, repito, Pedro, com todas as letras, é um traidor”.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gilda Guibert-Landini, professora agregada de história*

... para o proletariado acabaram-se as ilusões fraternais. A República burguesa é a dominação do capital por todos os meios, incluindo a guerra civil. As palavras de ordem proletárias, como disse Marx, mudam, para se tornarem Derrubamento da burguesia! Ditadura do proletariado!

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bruno Guigue

 

... a vulgar militância a favor dos direitos do homem oculta o facto de que estas liberdades individuais só são efetivas quando os direitos coletivos sejam assegurados por estruturas sociais que os favoreçam. [...] Lutando pelos direitos humanos, lançam água benta nos seus estados de alma de ricos, cujas condições de existência não levam nunca à interrogação sobre as razões profundas da opressão e da injustiça que têm constantemente na boca,  sem saberem do que estão a falar. Que os pobres sejam pobres pouco importa aos seus olhos, pois os pobres reivindicam em geral outras coisas além do reconhecimento dos direitos individuais tornados impossíveis pela ausência dos direitos coletivos.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Polo do Renascimento Comunista em França (PRCF)

 

Como poderia a parte ocidental da Alemanha, a mais vasta, claramente menos afetada pelas destruições da guerra (o essencial dos combates deu-se a leste, pois a derrota dos nazis deve-se às vitórias do exército soviético), nomeadamente a rica região da Baviera e o Rur, dispondo dos principais portos e, sobretudo, dispensada de pagar os prejuízos da guerra e recebendo ajuda massiva dos EUA, não ser mais atrativa do que a parte oriental, mais pequena e totalmente destruída, especialmente para os milhões de alemães que regressavam dos países de leste onde se tinham instalado?

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Iniciative Communiste *

 

A Coreia do Norte é o objeto de todos os fantasmas. Qualquer pessoa que tenha um outro olhar sobre a Coreia do Norte, diferente do olhar dos média dominantes, será facilmente qualificado de “marioneta do regime”.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jaime Cedano

Os assassinatos de líderes sociais de zonas agrárias em departamentos como El Chocó, Cauca, Nariño, Putumayo, Antioquia e outros, ou todos, têm que ver, não com questões de saias, mas com problemas de terras, água, recursos naturais, controles regionais e poderes políticos regionais. Estes são os factos que causaram a violência colombiana no campo, pelo menos, nos últimos cem anos.

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ramzy Baroud *

As chamadas “Operações de Limpeza” mataram centenas de rohingya nos últimos meses, impelindo mais de 250 mil pessoas, a chorar, assustadas e com fome, a fugir das suas vidas de qualquer forma possível. Mais algumas centenas morreram no mar, ou foram perseguidas e mortas nas selvas.

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Annie Lacroix-Riz *

A historiografia dominante está alinhada com a propaganda antibolchevique e russófoba desenvolvida desde o final de 1917. Mas pode-se, ainda, confrontar a ladainha dos grandes média e dos seus historiadores fetiches com as muitas obras científicas que descreveram corretamente a Revolução de Outubro. Lê-las, sobre o maior acontecimento do século 20, permite aspirar uma grande lufada de ar fresco. Não hesitem...

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcos Roitman Rosenmann *   

 

«Estes atentados vieram para ficar. A sua origem espúria encontra-se nas ações das chamadas tropas aliadas do Ocidente, encabeçadas pelos Estados Unidos, que invadiram países como o Afeganistão, o Iraque, a Líbia, fomentaram guerras na Síria e desestabilizaram governos considerados inimigos.
(…) Barcelona deve fazer-nos refletir e evitar as declarações pomposas e propagandísticas que falam do triunfo do Ocidente. A guerra não é religiosa, mas geopolítica, pelo controlo das matérias-primas e da dominação imperialista.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pablo Pozzi   

 

Foi desclassificado um documento de trabalho da CIA que fala do processo visando influenciar a intelectualidade francesa. Designa-o, justamente, como “guerra cultural” antimarxista, e já vem estando muito amplamente documentado. Essa guerra prossegue até aos nossos dias, e é muito interessante comparar o perfil dos intelectuais que a CIA considera mais eficazes para os seus objetivos com certas figuras “de esquerda” com lugar cativo na nossa comunicação social.

 

 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)


Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.