Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Federação Sindical Mundial (FSM)

Os Estados imperialistas aumentam os investimentos militares e os planos e guerras imperialistas e criam, cada vez mais, novas ondas de refugiados e migrantes.

 

Sem Título (67).jpg

 

O aumento da frequência e do volume das ondas de migrantes e refugiados nos últimos anos é um fenómeno diretamente ligado à longa crise económica estrutural do sistema capitalista e às guerras que daí resultam.

A FSM, a propósito da adoção do pacto de migrantes pela Assembleia Geral da ONU, denuncia mais uma vez e põe a nu a hipocrisia dos Estados imperialistas. Os Estados imperialistas aumentam os investimentos militares e os planos e guerras imperialistas e criam, cada vez mais, novas ondas de refugiados e migrantes.

Os governos imperialistas, por um lado, assinam resoluções para os migrantes e refugiados e, por outro, adotam novas missões militares no Médio Oriente e em África. Ao mesmo tempo, abrem as suas fronteiras apenas na medida em que isso é necessário ao capital para obter mão-de-obra barata e, em paralelo, constroem muros para manter o resto das pessoas fora dos seus países.

A Federação Sindical Mundial, representando mais de 95 milhões de trabalhadores em 130 países dos cinco continentes, continua a sua firme e persistente luta contra as verdadeiras causas do fenómeno da deslocação de pessoas. Simultaneamente, manifesta o seu apoio e solidariedade àqueles que são forçados a deixar as suas pátrias devido à crise capitalista e às guerras imperialistas.

A classe operária e o movimento sindical internacional de classe reforçam a solidariedade de classe com os refugiados e migrantes e intensificam os esforços para a plena e simplificada incorporação dessas pessoas na sociedade, no trabalho e nas lutas de classe.

 

O Secretariado

 

Fonte; http://www.wftucentral.org/wftu-statement-on-the-migrant-crisis-and-imperialistic-wars/, Publicado em 2018/12/21, acedido em 2018/12/22

 

Tradução do inglês de PAT

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)



Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.