Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Declaração do Partido Comunista Alemão (DKP) sobre as eleições para o Bundestag

Todos esses partidos são a favor de fortes ataques aos direitos democráticos e sociais do povo deste país. Esses ataques intensificar-se-ão após as eleições. As razões apresentadas  como justificação podem ser muitas. Alguns falarão, com diferentes graus de intensidade, da  defesa do meio ambiente, mas ninguém tem a perspetiva de uma melhoria real na situação ecológica, porque não querem afrontar o lucro capitalista nem mesmo as relações de propriedade.

 

 

Sem Título.jpg

28 de setembro de 2021


O presidente do DKP, Patrik Köbele, comentando os resultados das eleições para o Bundestag, disse:

Os resultados das eleições para o Bundestag levarão a negociações entre o SPD [Partido Social-democrata], a CDU [União Democrata-cristã], os Verdes e o FDP [Partido Democrático Liberal]. Com toda a probabilidade, a grande coligação será interrompida e, em vez disso, todas as outras combinações no campo desses quatro partidos estarão abertas.

Todas as combinações possíveis  resultarão num governo federal que aumentará a agressão interna e externa. Todos esses partidos se manifestaram, com nuances diversas, a favor da orientação belicista da  NATO e da militarização da UE, de um rumo contra a Rússia e a China. Todos esses partidos são a favor de fortes ataques aos direitos democráticos e sociais do povo deste país. Esses ataques intensificar-se-ão após as eleições. As razões apresentadas  como justificação podem ser muitas. Alguns falarão, com diferentes graus de intensidade, da  defesa do meio ambiente, mas ninguém tem a perspetiva de uma melhoria real na situação ecológica, porque não querem afrontar o lucro capitalista nem mesmo as relações de propriedade.

A perspetiva para o movimento operário e pela paz após estas eleições federais ainda será a de percorrer o caminho da resistência.

O resultado do Partido de Esquerda é amargo e não tem razão para se gabar ou mesmo alegrar-se . Mas esse desempenho é o resultado de uma campanha eleitoral em que o Die Linke deixou claro que está pronto para  renunciar a tudo a bem do governo. A experiência de partidos de esquerda que participam em governos, onde acontece, demonstra um percurso não muito diferente do da social-democracia tradicional.

Apesar de um aumento na participação eleitoral, os  abstencionistas representam pouco menos de um quarto dos  recenseados, permanecendo assim o “partido” mais forte. A parcela de votos dos chamados “outros” está num recorde histórico de mais de 8%; juntamente com  a abstenção, isto significa que bem mais de 30% dos eleitores recenseados não estão representados no parlamento federal alemão.

O desempenho do DKP é insatisfatório, com ligeiros ganhos em comparação com as eleições para o Bundestag em 2017. O DKP é muito fraco para se apresentar como tal às pessoas que  procuram alternativas. No entanto, a nossa campanha eleitoral foi útil. Permitiu que o partido assumisse as suas posições  junto da população e isso fortaleceu-o . O DKP foi o único partido, nesta campanha eleitoral de orientação militarista, a promover consistentemente as posições de paz. Conseguimos  ganhar visibilidade junto de um público mais  vasto e atrair novos membros e ativistas.

Agradecemos aos nossos militantes, aos nossos candidatos e aos nossos camaradas que participaram nesta campanha eleitoral. Vamos continuar a escolher o caminho da resistência. Isso é agora mais necessário do que nunca: para a paz com a Rússia e a China. Contra os cortes sociais e o desmantelamento da democracia. A perspetiva do homem e da natureza não é o capitalismo.

Essen, 27 de setembro de 2021

Tradução para Resistenze.org pelo Centro de Cultura Popular e Documentação

Fonte: https://mltoday.com/dkp-on-bundestag-elections/ Publicado e acedido em 17.10.2021

Tradução do inglês de TAM

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)



Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.