Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Partido Comunista da Turquia (TKP)

Trump é um dos mais impudentes e tiranos servos do imperialismo dos EUA. Está a tentar governar o mundo inteiro através do poder do dinheiro ou das armas, ao mesmo tempo que tenta recuperar a hegemonia dos EUA, que se estilhaçou na arena internacional.

 

Capturar7896652258.JPG

Trump, o Presidente dos Estados Unidos da América, declarou guerra ao nosso povo através dos média. Não importam os antecedentes da declaração desta pessoa, que fala sobre “destruir a economia da Turquia”, nem a sua justificação ou a pressão da política interna dos EUA da qual ela resultou. O que importa é que Trump disse, pela segunda vez, que destruiria a economia da Turquia.

Primeiro, Trump é um dos mais impudentes e tiranos servos do imperialismo dos EUA. Está a tentar governar o mundo inteiro através do poder do dinheiro ou das armas, ao mesmo tempo que tenta recuperar a hegemonia dos EUA, que se estilhaçou na arena internacional.

Segundo, Trump é também um perdedor. Ele tem de criar permanentemente novos “factos políticos” na política externa e na política interna para sua salvação pessoal.

Terceiro, Trump é um mentiroso. Ele mente para todos, para o mundo inteiro e o seu povo e, se tem algum, para os seus amigos. Além disso, Trump inventa coisas. Os desafios que a economia turca enfrenta não surgem apenas das intervenções dos EUA, mas os problemas estruturais do capitalismo turco desempenham um papel decisivo na fraqueza da economia do país.

No entanto, o problema não é o Trump em si; numa análise final, Trump está a agir de harmonia com os interesses do imperialismo dos EUA. As contradições internas nos EUA não mudam esta verdade.

Portanto, quem ameaça destruir a economia turca não é apenas Trump, é também a classe dominante dos EUA.

Dito isto, quem seria afetado pelas possíveis sanções dos EUA? A classe dominante da Turquia, os patrões, colocaria mais uma vez o peso dessas sanções nos ombros dos trabalhadores, como sempre o fez anteriormente. Novos aumentos de preços, por outras palavras, aumento do custo de vida, cortes salariais, despedimentos, impostos extras sobre os assalariados ... E apresentariam o que resta do país aos monopólios internacionais para continuarem a exploração.

Portanto, as ameaças de Trump são realmente dirigidas ao nosso povo, que é forçado a pagar pela crise económica. É o nosso povo que tem sido oprimido há anos pelos poderes políticos do nosso país, que tiveram conversas amigáveis com os imperialistas norte-americanos e europeus. É o nosso povo que foi condenado à escuridão do AKP, o poder que se vangloriava de ser um “parceiro estratégico” dos EUA antes de entrar numa disputa com Trump, e que deve sua ascensão ao governo e ao apoio dos EUA, há muitos anos. O nosso povo não tem problemas com os povos dos EUA ou de outros países. O nosso povo tem um problema com os exploradores, xenófilos e imperialistas.

Então, é a hora de gritar bem alto:

- Saída da NATO!

- Encerramento da base de Incirlik, com a expulsão de todo o pessoal militar dos EUA!

- Em vez de negociações à porta fechada com os EUA e a Rússia sobre a Síria, estabelecimento de um relacionamento com o governo sírio e abandono imediato de quaisquer políticas implícitas ou explícitas de anexação na Síria!

Partido Comunista da Turquia

Comité Central

Fonte: http://www.tkp.org.tr/en/aciklamalar/people-turkey-will-not-respond-tweet, acedido em 2020/02/14

Tradução do inglês de PAT



 

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)



Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.