Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Partido Comunista da Turquia (TKP)

Quando o Partido Comunista da Turquia, depois de anos de luta contra a sua proibição e, pela primeira vez, participou nas eleições de 2002, gritou: “se o dinheiro tem o seu reino, os trabalhadores têm o seu Partido Comunista”.

 

Sem Título (10).jpg

O Partido Comunista da Turquia estará na votação das eleições locais que se realizarão em 31 de março de 2019.

O Partido Comunista da Turquia derrotou os sistemáticos esforços para eliminar as políticas de esquerda da plataforma eleitoral na Turquia. Mas haverá um partido político que tem objetivos completamente diferentes dos objetivos dos cada vez mais parecidos partidos burgueses, e isto é de uma grande importância para manter vivas as esperanças.

 

A mudança da ordem social é uma questão para hoje, não para amanhã

O Partido Comunista da Turquia fará um uso eficaz das eleições, a fim de impedir o povo de ir atrás de falsas soluções e levá-lo a usar o seu poder na senda de uma alternativa socialista, que é a única solução para uma vida humanitária. Uma ordem social sem exploração é possível e a mudança é uma questão para hoje, não para amanhã.

No sistema existente, a democracia, a liberdade, a justiça, a paz, a independência e a igualdade continuam a ser como espectros. No entanto, o povo organizado e a luta da classe operária pode conquistar direitos e contrariar as prejudiciais políticas do poder burguês. O TKP estará usará a plataforma eleitoral para fortalecer o poder organizado do povo.

 

Aqueles que representam o povo irão trabalhar

Os governos locais transformaram-se em instituições que transferem recursos para os capitalistas e abrem novas portas aos rentistas, em vez de servir o público. O TKP nomeará pessoas para os conselhos municipais que monitorizem os municípios em nome do povo, para impedir o roubo e a corrupção e defender os interesses e as reivindicações da classe operária nos governos locais.

Em vários locais, também procuraremos nomear candidatos do TKP para prefeitos, a fim de não deixar o campo aberto aos partidos pró-capitalistas e mostrar que é possível uma governação que beneficie os interesses públicos, mesmo neste sistema. Criaremos fortes exemplos que mostrarão um diferente entendimento da governança local.

Depois de a lista do nosso partido ter ganho as eleições, em Ovacik, em 2014, Fatih Maçoğlu mostrou um exemplo de sucesso de um município, para os interesses do público, na base de um trabalho coletivo, apesar de todos os constrangimentos; e é ele agora o candidato a prefeito de Dersim, representando uma ampla aliança. Candidatos a prefeitos da Federação dos Conselhos Socialistas de

Dersim e candidatos a prefeitos e membros do conselho municipal por quatro distritos diferentes, em Dersim, participarão nas eleições como candidatos do TKP.

 

Acabou o tempo de depositar esperanças nos partidos burgueses

Quando o Partido Comunista da Turquia, depois de anos de luta contra a sua proibição e, pela primeira vez, participou nas eleições de 2002, gritou: “se o dinheiro tem o seu reino, os trabalhadores têm o seu Partido Comunista”.

Desde então, o TKP sustentou a bandeira do igualitarismo, da liberdade, do patriotismo e do esclarecimento e tem sido a consciência, a mente e a voz dos trabalhadores. Tomámos uma posição de princípio, determinada e consistente, contra as políticas liberais, nacionalistas ou religiosas.

Estamos agora a enfatizar, com muito mais força, e a apelar a todos os trabalhadores, camadas laboriosas e intelectuais que rompam com os partidos burgueses e fortaleçam a esperança: “Se o dinheiro tem o seu reino, os trabalhadores têm o seu Partido Comunista”.

 

Partido Comunista da Turquia

Comité Central

12 de janeiro de 2019

 

Fonte: http://www.solidnet.org/.galleries/documents/TKP_Statement_Local_Elections.pdf, publicado em 2019/01/18, acedido em 2019/01/22.

Tradução do inglês de PAT

 

Print Friendly and PDF

Autoria e outros dados (tags, etc)



Nota dos Editores

A publicação de qualquer documento neste sítio não implica a nossa total concordância com o seu conteúdo. Poderão mesmo ser publicados documentos com cujo conteúdo não concordamos, mas que julgamos conterem informação importante para a compreensão de determinados problemas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.